segunda-feira, 4 de março de 2013

Cartas Para Julieta

Ciao a tutti! Vamos falar um pouco sobre filmes? Enfim, Romance não é meu gênero de filme favorito, tanto que Cartas Para Julieta é um filme de 2010, e só fui ver agora , uns 3 anos depois , mas depois que assisti o filme confesso que não deveria ter esperando tanto tempo, e deveria ter assistido no dia que eu estava na casa da prima, em 2010, e ela me chamou pra ver junto com ela, mas eu não quis parar a partida de buraco ( um jogo de cartas super viciante que é como se fosse uma tradição na minha família, todo mundo sabe jogar! mas isso é prosa para outro post) com a irmã dela e deixei passar a oportunidade de ver um filme de romance lindo e bem escrito( algo importante porque a maioria dos filmes de romance deixa algo a desejar).Fui no embalo das lindas paisagens da Toscana e deixei o filme me levar e chorei, sim, eu chorei praticamente o filme todo , o que me fez pensar : "Como assim estou chorando num filme de romance?? Só choro em filme de gato, cachorro e cavalo!" e o pior de tudo , todo mundo me pergunta o que me fez chorar nesse filme , porque quando assistiram não ficaram com os olhos cheios de lágrima nenhuma vez! insensíveis!



Bom, então vou dizer o que me fez chorar nesse filme. Sophie que tem o sonho de ser escritora viaja para a Itália com o noivo (é o menino da novela mexicana que eu via quando era pequena hahaha) que vai abrir um restaurante, eles foram para lá para se encontrar com fornecedores, Sophie acha que vai ser A viagem, mas acaba ficando tudo chato quando a viagem se transforma em prova queijos e vinhos, conhecer vinhedos e mais outras coisas que Sophie não está nem um pouco interessada, ela quer conhecer a Itália, aproveitar bem a viagem, numa dessas de conhecer fornecedores chatos toda hora ela propõe ao noivo de cada um ir pro seu canto, ele vai lá fazer as coisas dele e ela vai conhecer a Itália. Sophie vai parar na Casa de Julieta, em Verona, nisso ela vê um monte de meninas chorando ao escreverem cartinhas para Julieta pedindo ajuda desesperadamente e colocando nas paredes da casa, o melhor é a cara dela quando pergunta pra uma moça que estava lá chorando descabelada se ela está bem e a menina começa a berrar " O PAOLO, O PAOLO, ELE JÁ NÃO ME AMA MAIS" ( uma nota aos queridos dubladores : se escreve Paolo, mas se fala Paulo, aí você tem que fazer um sotaque italiano pra ficar bonito, flw). 
Sophie depois disso senta lá no banquinho e fica só olhando, tudo fica calma, quando de repente aparece uma mulher com uma cesta tirando todas as cartas nas paredes, Sophie fica indignada, achando que a mulher está roubando as cartas, ele segue a moça e descobre as "Secretárias Da Julieta", que respondem todas as cartas pacientemente, Sophie é convidada a fazer parte do clube da luluzinha , e ela acha uma carta de 1957 , na Carta , Claire conta que se apaixonou por Lorenzo e os pais não permitem o casamento, ela era Inglesa  e tinha ido pra Itália apenas para estudar, os dois iam até fugir junto mas o medo impediu Claire que voltou ao seus País natal e nunca mais viu Lorenzo , Sophie responde a carta depois de tanto tempo, e por incrível que pareça Claire vai pra Itália para agradecer a pessoa que escreveu a carta, mas antes vamos falar do chilique que o neto de Claire, Charlie, dá , " Ela merecia a resposta 50 anos atrás não agora" e o Sophie dá um coice no menino que dá até dó " não sabia que amor tem data de validade" . Apesar de chiliques e mais chiliques dados pelo neto de Claire, Sophie a conhece e contra a vontade do neto eles partem em busca de Lorenzo Bertolini, o que eles não sabiam é que existem muitos Lorenzo Bertolini , a busca vira uma agulha no palheiro, e no meio disso Sophie e Charlie acabam se apaixonando. A partir daí não conto mais , porque não gosto de contar finais de filmes (mentira), mas o que realmente me fez chorar no filme, foi o fato de que o amor não tem mesmo data de validade, depois de tanto tempo Claire ainda sentia a mesma coisa por Lorenzo, ela nunca pode se esquecer dele, a força de vontade dela sabe, e as histórias que ela conta são tão lindas, e olha é um dos poucos filmes de romance que eu vi e que gostei, e que indico pra todo mundo.
A teoria da minha  mãe do porque eu chorei é : " é porque você viu emocionada com as paisagens da toscana" HAHAHAHAHAHAHA, olha também não vou descartar a possibilidade não, as paisagens deixam o filme muito mais bonito. 
Então, quando estiver aí de bobeira querendo ver um filme tranquilo, não perca e tempo e vá ver " Cartas Para Julieta" , esse eu garanto que não dá pra se arrepender de ter assistido.